Como diferenciar um carvão de qualidade

Muitas pessoas acham que carvão é tudo igual mas a verdade não é bem assim. Mas com tantas opções hoje em dia no mercado, como saber diferenciar um e outro escolhendo a melhor marca para o seu churrasco?

carvao_destaquePara cego ver: foto de um grelhado na brasa na brasa

Aí você chega em casa, animado para fazer aquele churrasco. Garantiu a melhor carne, Angus certificada, macia, saborosa e de fácil preparo. Pegou também aquela cerveja que você mais gosta, já veio gelada, no ponto, você vai até o recanto do guerreiro para dar início aos trabalhos acendendo o fogo e… Ixe, esqueceu o carvão! Putz e agora? Ah, corre no mercadinho da esquina e pega o mais barato, carvão é tudo igual, é só para tacar fogo… Será mesmo?

Todo bom churrasqueiro sabe que um bom churrasco depende muito da qualidade do fogo. Assim como uma carne de qualidade, uma churrasqueira ideal ou mesmo os utensílios necessários para a realização do churrasco, o carvão também tem grande importância na realização do churrasco e por isto não deve ser subestimado. Reunir os amigos e família para assar uma carne é uma diversão, mas se você optar por um carvão de qualidade duvidosa seu churrasco pode literalmente ir por água abaixo. Entretanto, diante de tantas marcas e preços, escolher o carvão ideal é um dilema. Calma, não precisa se preocupar que a gente te ajuda nessa.

O carvão também tem grande importância na realização do churrasco e por isto não deve ser subestimado

Entre os tipos mais comuns de carvão podemos destacar dois tipos:

Carvão briquete: trata-se de um bloco compacto, geralmente em forma cilíndrica, de alta densidade, composto por resíduos de madeiras, pó de serra, carvão ou outros resíduos. Por se tratar de material reaproveitado é muito ecológico pois usa sobras que teoricamente seriam descartadas ou poluiriam o meio ambiente. Mas, por se tratar de material denso, o briquete exige mais tempo de preparo o que pode dificultar o acendimento do fogo para quem não tem tanta prática, faz pouca fumaça e não inflama muito por não ter tanta câmara de ar. O ponto negativo é a pouca mobilidade ao se tornar brasa já que ele é composto basicamente por pó, que pode apagar o braseiro.

Carvão vegetal: é o carvão mais comum e por isso o mais barato, proveniente da carbonização da madeira ou lenha. É barato, fácil acendimento, gera boa quantidade de calor e, quando de madeira de qualidade, tem excelente durabilidade no braseiro. Quando utilizado de uma marca séria e comprometida com o meio ambiente possui procedência de reservas de reflorestamento, que contribui com a natureza.

carvão01Para cego ver: carvão mineral se transformando em brasa.

O uso mais comum é sempre pelo carvão vegetal. Entretanto, ao escolher a sua marca de carvão para o churrasco existem ainda alguns cuidados que devem ser observados:

  • Preste atenção na matéria prima do seu carvão, alguns tipos de madeira são melhores que outras para produção de carvão. É o caso da acácia negra ou o eucalipto
  • O carvão não pode provocar excesso de fumaça, ter pedaços de carvão muito pequenos ou muita poeira dentro do saco, isto dificultará seu trabalho na hora de acender seu braseiro.
  • Busque uma marca que tenha procedência, não utilize mão de obra escrava e possua todos os registros em órgãos ambientais, garantindo desta forma que o seu fornecimento não danifique o meio ambiente.

O CARVÃO COOPERLIPTO é um exemplo claro de qualidade ao se falar de carvão vegetal. Produzido com eucalipto (Eucalyptus sp) por uma cooperativa que visa o manejo de eucalipto de forma ordenada com responsabilidade ambiental. Toda a matéria prima utilizada na produção do carvão é de plantio da própria Cooperlipto, por tanto, com total garantia de que não são utilizadas espécies nativas da Mata Atlântica. Além disto, toda a mão de obra é qualificada, com registro em carteira e utilizam os EPIs para atividade, ficando completamente dentro das normas estabelecidas pela legislação trabalhista.

Muitas pessoas usam um carvão de má qualidade e acabam por se traumatizar com o churrasco

Já no padrão de qualidade, o CARVÃO COOPERLIPTO se destaca devido a retirada do extrato pirolenhoso, que é um produto de base orgânica resultante da condensação da fumaça gerada da madeira, deixando o carvão livre de óleos e outros extrativos, o que lhe confere alto gral de pureza, evitando a formação de fumaça. Além disso, é de fácil acendimento e formação de braseiro quase instantâneo. Ah, e eles também possuem CTF – Cadastro Técnico Federal junto ao IBAMA, bem como Certidão de Conformidade Ambiental junto a FATMA.

CooperliptoPara cego ver: montagem com diversas fotos da Cooperlipto que incluem a plantação própria de eucalipto, uma mulher trabalhando com todos os equipamentos de segurança e outra foto com pacotes de carvão.

Então, na próxima vez que faltar carvão para o churrasco, tenha em mente que existe diferença (e muitas) entre uma marca e outra. O braseiro é de grande importância para o churrasco, se ele for muito forte você terá que se adaptar a ele trabalhando muito mais para controla-lo e se ele for muito fraco você irá sofrer para acendê-lo e transformá-lo em brasa. Muitas pessoas usam um carvão de má qualidade e acabam por se traumatizar com o churrasco. Não corra risco na hora de escolher a sua marca de carvão, você certamente não pagou barato na carne para o seu churrasco, então escolha um carvão de confiança e com procedência, fazendo isso, seu churrasco já estará 50% garantido.

Acesse o site do CARVÃO COOPERLIPTO e confira mais informações: www.cooperlipto.com.br/index.asp

Share

São 10 anos de dedicação visando sempre servir bem e com os melhores ingredientes, receita que tem feito da ‘‘Confra’’ o grande sucesso que a casa é hoje. E como diz a Teka, o sucesso vem somente através trabalho e dedicação, sendo que o futuro a Deus pertence.

Recommended Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *