Mateando: inovação e tradição com sabor

18_12_12_novasfotos_cardapio_183

A Confra nasceu do amor e tradição do gaúcho ao churrasco. Com o passar do tempo evoluímos, é verdade, hoje estamos mais modernos, inovadores e cada dia mais alinhados com as mais modernas tendências gastronômicas globais. Mas negar esta veia gaudéria em nosso passado seria como negar nossa própria origem e se tem uma coisa que gaúcho que é gaúcho valoriza são suas origens. E se tem uma coisa que o gaúcho gosta tanto quanto um bom churrasco chama-se chimarrão, quente e amargo. Mas mesmo tempo que os sul-rio-grandenses amam tanto esta bebida tradicional, outra parcela de pessoas prefere algo menos amargo, mais moderno e mais refrescante, ainda mais com este calor que anda fazendo em Jaraguá do Sul.

Inovação sempre foi um dos pilares do nosso serviço. Desde a criação de nosso rodízio gourmet completamente preparado na hora até a escolha de nossas matérias primas, 100% provenientes de raças britânicas como Angus e Hereford, o arrojo e pioneirismo em trabalhar com carnes de Wagyu (Kobe), a carne mais valiosa do mundo (!) em um restaurante de Jaraguá do Sul. Conciliar este amor às tradições gaúchas mesclado à inovação resultando em um novo produto nos pareceu um desafio bem interessante.

De muitas pesquisas, testes e degustações (nham!) nasceu uma sobremesa que conseguiu conciliar tudo em uma intensa e saborosa colherada: Mateando. Um sorvete artesanal (também conhecido por gelato) feito na Confra, refrescante e mais saldável, com aroma de erva mate que conseguiu conciliar no paladar a união perfeita entre a tradição e inovação, mesclando o sabor amargo do chimarrão reinventado em um delicioso sorvete servido com farofa crocante e uma fatia de bolo fofinho, daqueles que só vó sabe fazer.

Share

São 10 anos de dedicação visando sempre servir bem e com os melhores ingredientes, receita que tem feito da ‘‘Confra’’ o grande sucesso que a casa é hoje. E como diz a Teka, o sucesso vem somente através trabalho e dedicação, sendo que o futuro a Deus pertence.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *